Frontpage Slideshow (version 2.0.0) - Copyright © 2006-2008 by JoomlaWorks
Início Exposições Exposições Anteriores
CHRISTOS TH. BOKOROS

Exposição No Caminho da Essência

8 de março a 25 de maio de 2014
 
xxl BOKOROS 750x250
 
O percurso pictórico de Christos Bokoros - «exercício de autognose», nas suas próprias palavras – acompanha e equaciona questões que compõem a natureza da essência do Homem: memória individual e colectiva, realidade, verdade, eternidade. A sua obra apresenta a posição que adopta face a elas, na sua dedicação de reflexão sobre a função da pintura na configuração da relação que temos com o nosso mundo exterior e interior. No seu conjunto, é um percurso que aborda com dedicação o «universo difícil» do espiritual na Arte – uma arte que seja nossa, pois interroga quem somos.
Continuar...
 
CARLOS MARQUES

Exposição Sete olhares e 21 relicários

4 de Outubro a 11 de Janeiro

 

xxl CMARQUES 750x250

 

A atitude autossuficiente e a procura insistente e depurada de Brancusi, a expansão e a simulação do movimento em César, os cabos, as amarras e a atitude interventiva de Christo, a conquista linear do espaço em Giacometti, a eleição do percurso em Long, a ortogonalidade de Lewit, a obliquidade das superfícies, o equilíbrio e a escala em Serra, são elementos que reconheço como factores de referência importante para o trabalho que desenvolvo.
Para esta exposição trabalhei a memória como exorcismo pessoal e homenagem a estes artistas, tendo, pelo seu carácter simbólico mágico e até sagrado, utilizado o número sete como estrutura de montagem.

Continuar...
 
DORINDO CARVALHO

Exposição Desenho e Obra Gráfica

2 de maio a 22 de junho de 2014
 
xxl dorindo 750x250

 

Dorindo Carvalho é um artista plástico português de reconhecido mérito cuja polivalência abrange modalidades tão distintas como o desenho, a pintura, o cinema de animação, a fotografia, a cenografia e a gravura. Natural de Lisboa, onde nasceu em 1937; cursou a Escola de Artes Decorativas António Arroio; foi expedicionário, tendo participado em Luanda em várias exposições e colaborado com o Teatro Experimental, para o qual concebeu cenários e figurinos; ilustrou, escreveu e editou livros para crianças. Emigrante na Venezuela depois de ter percorrido a Europa, leccionou desenho gráfico nos mais importantes institutos de Caracas. Colaborou como ilustrador em dezenas de jornais e revistas e tornou-se conhecido pelo excelente nível das capas para livros de escritores dos mais relevantes da sua contemporaneidade. Premiado em Portugal e no estrangeiro, a sua obra está representada em diversos organismos e colecções particulares de Portugal, Venezuela, Brasil, Inglaterra, Itália e África do Sul.

Continuar...
 
VALTER VINAGRE

Exposição Para

15 de novembro a 11 de janeiro
 
Valter Vinagre 2014

 

"As fotografias de Valter Vinagre da série "PARA" não mostram gente, mas é decididamente de gente que falam. Fazem-no de um modo subterrâneo, como subterrâneo é o fenómeno inscrito em todas elas. Uma homenagem fúnebre a gente que desapareceu do mundo dos vivos numa fracção de segundos. Porque a estrada estava mal pavimentada, porque o "relevê" da curva estava "ao contrário", porque havia óleo ou chuva na estrada, porque alguém não mediu bem a distância para uma ultrapassagem, porque alguém se distraiu a acender um cigarro ou a mudar um CD. Porque, porque, porque... as justificações são aqui pouco importantes. Estas imagens não penetram o círculo jornalístico e imediato da morte. Enunciam uma dor abstrata, mas não se apartam dela...

Continuar...
 
ORMOND FANNON

Exposição Multiples

25 de outubro 4 de janeiro de 2015

 xxl FANNON 750x250

"Multiples" – Composições derivadas de fotografias fragmentadas e reorganizadas por um método sistemático peculiar. As fotografias continuam a ser fotografias e as imagens são as mesmas, só que a nossa percepção é alterada.
Esta exposição apresenta dois grupos de foto-montagens com dois temas bem diferentes. O primeira grupo junta obras abstratas e simétricas derivadas de estudos fotográficos das varias partes do corpo humano. O segundo grupo apresenta obras menos abstratas mas talvez mais inquietantes, focando em eventos e festas na vida social Portuguesa.

Continuar...
 
CVETO MARSIČ

Exposição Ninho Salino

7 de dezembro a 4 de março de 2014
 
xxl CVETO1 750x250
 
Sobre a obra de Cveto Marsic, pintor esloveno que residiu em Cascais e a Cascais regressa sempre que pode, escreve a crítica de arte e professora universitária Luísa Soares de Oliveira: «Nos estratos da pintura de C.M. há peças estranhas, objectos incrustados na massa. Diz o pintor que são como os restos que ficam num campo depois de uma batalha. Na maior parte das vezes, não é possível identificar a natureza do objecto. A pintura, a pasta espessa de que o autor se serve para fabricar cada quadro, recobre tudo e confere a cada obra uma qualidade escultórica que a filia na tradição da pintura gestual abstracta. Não me espanta saber que não há, no processo criativo, qualquer intervenção do pincel.»
Continuar...
 


Em Destaque

P E R C U R S O   L U S I T A N O

DSC07682 185

...

CONVERSAS 185

MARTINHO LUTERO: 500 ANOS DEPOIS, Museu Condes de Castro Guimarães dia 9 junho às 21h

...

Brevemente

PAREDÃO DO ESTORIL [Cascais/ Mte Estoril] , 27 DE MAIO A 25 DE JUNHO

art logo 2017 185x104 2

Agenda

<<  Maio 2017  >>
 Se  Te  Qu  Qu  Se  Sá  Do 
  1  2  3  4  5  6  7
  8  91011121314
15161718192021
22232425262728
293031