Frontpage Slideshow (version 2.0.0) - Copyright © 2006-2008 by JoomlaWorks
Início Exposições Exposições Anteriores
JOAQUIM CARVALHO

Exposição Ser Português
1 de Setembro a 28 de Outubro de 2007


xxl_Joaquim_carvalho

 

Joaquim Carvalho participa desde 1989 regularmente em exposições, individuais e colectivas, em Portugal e no estrangeiro, nomeadamente em Espanha, Bélgica e Estados Unidos. Sobre a obra deste artista escreveu Urbano Tavares Rodrigues o seguinte: «As técnicas utilizadas nos desenhos e pinturas de Joaquim Carvalho – 'fiel ao seu paradigma crístico' – que tem sempre o papel como suporte, vão da tinta da china e do pastel ao acrílico e outros processos, com resultados por vezes muito cativantes no traço e no colorido, desconcertantes na pluralidade de sentidos, na abertura ao mistério, na criação de formas inominadas.» Todas estas qualidades da obra do pintor foram apreciadas na exposição que a Fundação organizou no Centro Cultural de Cascais.

Continuar...
 
JOSÉ LOURENÇO

Exposição Em teu redor
20 de Julho a 16 de Setembro de 2007


xxl_jose_loureno

 

A exposição que a Fundação D. Luís I apresentou no Centro Cultural de Cascais, de José Lourenço, deu conta das diversas fases da carreira do pintor. Natural de Lisboa, José Lourenço licenciou-se em pintura pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa. Começou a expor em 1995, quando ainda aluno universitário (Instituto Superior de Economia e Gestão, Lisboa). Pouco depois, era convidado da Bienal de Cerveira e tornou-se presença constante na Feira Arco, de Madrid. Em 2003 foi prémio Rothschild de pintura, tendo conquistado o 2º lugar desse mesmo prémio na sua 2ª edição, em 2005. Évora, Porto, Lisboa, Cáceres, Barcelona, Bruxelas, Santander e Salamanca, entre outras, são cidades onde obras de José Lourenço já estiveram expostas. A recepção crítica da sua obra foi encomiástica, tendo recolhido os elogios dos mais importantes críticos de arte portugueses e espanhóis.

Continuar...
 
ANTÓNIO CAPUCHO

Exposição O Homem e a Colecção 
18 de Maio a 7 de Julho de 2007


xxl_antonoi_capucho

 

António Capucho (Pai) é um dos nomes de referência do coleccionismo português e a sua colecção de cerâmica, composta por esculturas em terracota, faianças e azulejo, é notável pela visão cronológica que proporciona da Cerâmica Portuguesa, do século XVI até ao século XX. A presença humana é central às temáticas da colecção, trate-se de obras de inspiração religiosa ou profana, num quadro de representações afectivas cujo registo traduz a sensibilidade e a finura de gosto do grande coleccionador. O sucesso da apresentação destas peças numa grande exposição realizada em 2005 pelo Museu do Azulejo incentivou a Fundação D. Luís I a proporcionar à população de Cascais um contacto directo com o coleccionador e o seu espólio, através da realização da exposição no Centro Cultural de Cascais. 

Continuar...
 
PICASSO 2007

Exposição Retrato de Família e Los Fumadores - Colecção Bancaja
5 de Maio a 2 de Julho de 2007
 

xxl_picasso_2007

 

Em mais uma jornada de divulgação da obra gráfica de Pablo Picasso, de que a Fundação D. Luís I é pioneira em Portugal, dada a colaboração privilegiada que mantém com a Fundação Bancaixa, de Valência, proprietária da maior parte dos grabados do genial pintor malaguenho, foram apresentadas mais uma vez, no Centro Cultural de Cascais, as séries Retratos de Familia e Los Fumadores.

Continuar...
 
DAVID ALMEIDA

Exposição Provocação
12 de Janeiro a 18 de Março de 2007


xxl_david_almeida

 

De um dos mais ecléticos e reconhecidos artistas plásticos portugueses, David Almeida, a Fundação D. Luís I apresentou alguns dos trabalhos mais importantes da sua produção recente em termos de pintura e gravura. Efectivamente, David Almeida, nascido em 1945, em S. Pedro do Sul, tem vindo a acumular prémios particularmente significativos e está representado em várias instituições no estrangeiro e em Portugal.

Continuar...
 
PAULO NEVES

Exposição Vórtices
9 de Março a 29 de Abril de 2007


xxl_paulo_neves

 

A Fundação D. Luís I organiza no Centro Cultural de Cascais a exposição VÓRTICES de Paulo Neves, figura de topo no meio artístico português e cuja obra desde 1980 não cessou de evoluir, nomeadamente no domínio da chamada arte pública, atingindo actualmente patamares de projecção que o colocam entre os nomes mais representativos da escultura portuguesa contemporânea. Mais de quarenta exposições individuais e colectivas em Portugal e no estrangeiro, representação em dezenas de localidades com peças de diferente volumetria, algumas de expressiva monumentalidade, e vários prémios que atestam o reconhecimento de uma longa uma carreira recheada de êxitos, fazem de Paulo Neves uma individualidade que traz um acréscimo de prestígio à justa reputação de qualidade da programação da Fundação D. Luís I, na área das artes plásticas, para o Centro Cultural de Cascais.

Continuar...
 


Agenda

<<  Novembro 2017  >>
 Se  Te  Qu  Qu  Se  Sá  Do 
    1  2  3  4  5
  6  7  8  9101112
13141516171819
20212223242526
27282930