Frontpage Slideshow (version 2.0.0) - Copyright © 2006-2008 by JoomlaWorks
Início Outros Percursos SANDRA BAÍA

sandra baia 185

 

 

 

 

 

 

[Piso 2]  13 de abril a 14 de maio - Inaugura às 21h30 de 12 de abril


SANDRA BAÍA | Simplicity isn't simple

 

Sandra Baía 600

 
 

S I M P L I C I T Y    

I S N 'T    S I M P L E 

 

A nossa cultura é descrita como sendo narcisista. E o narcisismo é entendido como uma concentração total de si mesmo, e uma falta de interesse na sociedade. O Narciso contemporâneo, no entanto, não pode confiar somente no seu próprio gosto. Hoje somos incapazes de gostar de nós mesmos se não somos queridos pela sociedade em que vivemos. E é na sociedade que temos que nos tornar ativos se quisermos ser objeto de admiração. Os sujeitos contemporâneos não podem confiar somente com o que nasceram, devem praticar o interesse próprio e produzir a sua própria imagem com o objetivo de se tornarem apreciados pela sociedade. Mesmo aqueles cujas atividades são limitadas a tirar selfies, como ainda deve ativamente distribuí-las para obter os "likes" que eles querem. Mas o interesse próprio não pára por aqui. Nós também produzimos coisas esteticamente relevantes e / ou nos cercamos de coisas que acreditamos serem impressionantes e sedutoras. E agimos publicamente - até nos sacrificamos em nome de um bem público - para sermos admirados pelos outros.

A exposição é estruturada em duas seções, Desejo e Vaidade!

A escala dos trabalhos, o minimalismo conceptual e as características físicas e mecânicas dos materiais reflectem uma progressão de camadas mais intrincadas e significantes na forma de expressão artística e de comunicação da mensagem. Conceitos como massa, solidez e a impessoalidade dos materiais industriais surgem no primeiro contacto visual. Porém, é pretendida e provocada uma interacção ambiental sugestiva entre a peça e o espectador que o conduza aos níveis mais profundos da temática característica da obra, oposta àquelas sensações.

Desta forma, as volumetrias vincadamente esbeltas e orgânicas propõem o equilíbrio frágil e instável que o espectador experimenta novamente no seu mundo interior e exterior, ao mesmo tempo que a propriedade reflexiva dos materiais espelhados sugere a vulnerabilidade e a intimidade implícitas no diálogo consigo mesmo e com o que o rodeia.

 
 
 WebConvite SANDRA BAÍA 750x422

 

 

 

 

Em Destaque

Man Ray Noire et Blanche Paris 1926 185

EM ABRIL, NA CASA SOMMER

...

CONVERSAS 185

RAÚL LINO E A CASA DE SANTA MARIA, OU UM POSSÍVEL ARQUITETAR DE CASAS SIMPLES... ...

Agenda

<<  Abril 2017  >>
 Se  Te  Qu  Qu  Se  Sá  Do 
       1  2
  3  4  5  6  7  8  9
10111213141516
17181920212223
24252627282930