DSC05597 750x422

 

[Piso 0]  27 de janeiro a 19 de março
SÍLVIA PATRÍCIO | Humanário

 

Silvia Patricio600

 

HUMANÁRIO
«Ao longo do tempo, mais ou menos mensurável, muitas têm sido as minhas influências. Dos livros, aos discos, aos perfumes e amores, dos amigos ou desconhecidos, das lágrimas de uns e risos de outros, a todos cabe um pouco de mim e de mim todos levam um naco de ser. Por vezes, tudo isto passa despercebido, ou meio morno e só com acontecimentos repentinos, atrozes ou mais ou menos dolorosos é que somos confrontados com o nosso papel dentro do que julgamos existir. O mesmo aconteceu com este Humanário. Se no início tinha caminho definido pelos meandros de um dos livros que mais me marcaram, foi com um relâmpago, estrondoso e devastador que o caminho se transformou. Era a Bíblia que aqui estaria presente, numa reinterpretação à volta da criação. O mundo abanou e o Antigo Testamento ganhou outra dimensão, um lugar de questões e de liberdade onde o ser humano se desprende na mais nua das dores, a de existir com poder de decisão, a de se confrontar consigo e com o mundo, a de trilhar o seu caminho, com todas as ventanias e maremotos do que é "Ser" todos os dias, sendo que um será com certeza o derradeiro. Dedico esta exposição à minha Mãe.»

 

 DSC05648 750x421

 

Sílvia Patrício nasceu em Vincennes, França, em 1974. Artista plástica, licenciada pela escola Superior de Arte e Design das Caldas da Rainha em 2000, cedo começou a trilhar o seu caminho artístico. Em 1997 realiza a sua primeira exposição individual, em Leiria, "O outro lado", a que se sucedeu a abertura de um espaço dedicado à divulgação e venda de objectos da sua autoria.
Do seu trabalho e exposições destacam-se a colaboração com o projecto multidisciplinar Artes novas, em 2007, e a exposição "Sussurrando uma história III", na sala Unamuno, em Salamanca, no mesmo ano. "Essa Paixão Proibida" é produzida em 2009, com base no livro "O Crime do Padre Amaro", e exibida na galeria "Ensaios", em Leiria, nesse ano e, em 2012, no Centro Cultural de Resende. Em 2011 realiza uma exposição no Castelo de Leiria inserida no Festival de Música Gótica, intitulada "Entre Mundos" e, em 2012, expõe "Do princípio ao fim", no Centro de Exposições do Banco de Portugal em Leiria, trabalho que em 2013 foi exibido na Casa de Portugal, em Paris, com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian de Paris e do Instituto Camões. Em 2013 apresenta "Oníria" no Centro de Exposições do Banco de Portugal, Leiria, um trabalho que reúne pintura, escultura, vídeo e fotografia, em colaboração com a fotógrafa Sofia Mota. Em 2014 expõe no Centro Cultural de Coimbra "Do princípio ao fim". No passado ano de 2015 participa no projecto "Da cura à felicidade" no Hospital São João, Porto, e também mostra "Ex.posições" na galeria do CCB no Porto. 2016, exposição "Este espaço não é só meu" /pintura e escultura, na Caixa Geral de Depósitos, Leiria, e também em 2016 expõe "HUMANÁRIO" no Edifício do Banco de Portugal, em Leiria. Desde 2013 tem em exposição a coleção de pinturas o Crime do Padre Amaro (lonas de grande formato) nas ruas da zona histórica de Leiria inserida na Rota do Crime do Padre Amaro.

 

 WebConvite silvia patricio 750

 

 

Em Destaque

PAREDÃO DO ESTORIL [Cascais/ Mte Estoril] , 27 DE MAIO A 25 DE JUNHO

arte 2017 185 ...

P E R C U R S O   L U S I T A N O

DSC07682 185

...