Frontpage Slideshow (version 2.0.0) - Copyright © 2006-2008 by JoomlaWorks
TERESA CORTEZ

Exposição Cerâmica e Desenhos
16 de Julho a 28 de Agosto de 2011
 

P1040033_750x563

A exposição Cerâmicas e Desenhos de Teresa Cortez que a Fundação D. Luís I apresentou no Centro Cultural de Cascais, de cerâmica e desenho, teve carácter autobiográfico e constituiu, simultaneamente, uma homenagem a Fernando Pessoa ao associar os “estados de alma” do genial poeta à sua própria maneira de ser.
Segundo António Valdemar, presidente da Academia Nacional de Belas-Artes, a exposição “reúne vários núcleos temáticos distintos nos conteúdos e, ao mesmo tempo, complementares nas soluções plásticas e nos valores e propostas conceptuais” acrescentando que “Projecta Teresa Cortez, nas obras agora expostas no Centro Cultural de Cascais, o apelo das memórias da infância e da adolescência e o conhecimento do real e concreto da experiência humana.”
 
 
.
Imagens da exposição no Centro Cultural de Cascais

 
 
 
 
.
MARIA TERESA ASCENÇÃO CORTEZ PINTO DE MELO
.
Formação Académica e Profissional

Cursos de Formação de Cerâmica Decorativa, Imagem e Desenho Têxtil, da Escola António Arroios | Curso de Complemento de Formação para Professores, da Universidade do Minho | Curso de Formação em Exercíciopara o Magistério, da Escola Superior de Educação de Setúbal | Estagiou e colaborou com Querubim Lapa,no seu atelier de cerâmica situado na FÁBRICA VIÚVA LAMEGO - Lisboa | Professora Efectiva de cerâmica na Escola Secundária Josefa de Óbidos
.
TCk
Exposições individuais
Galeria Quadrum, Lisboa – 1985 (Subsidiada pela Fundação Gulbenkian) Galeria Fonte Nova, Lisboa - 1985 | Galeria do Turismo, Leiria - 1986 | Salão de Arte Moderna - Soc. Nac. Belas Artes, Lisboa - 1990 (Subsidiada pela Fundação Gulbenkian) | Árvore - Cooperativa de Actividades Artísticas, Porto - 1991 (Subsidiada pela Fundação Gulbenkian) | Galeria de Arte – Fórum Picoas, Lisboa 1993 | Galeria da Câmara Municipal, Matosinhos - 1996 | Galeria da Casa Garden, Macau - 1997 (Bolseira da Fundação Oriente) | Galeria do Reservatório da Patriarcal(EPAL), Lisboa - 1998 | Galeria do Montepio Geral, Lisboa – 2000 | Fundação Dionísio Pinheiro, Águeda – 2001 | Galeria 65-A, Lisboa – 2002 | Exposição Itinerante “O Imaginário das Nossas Histórias”, coordenada pelo Museu Jorge Vieira de Beja - 2008/2009, Centro Cultural do Alvito; Galeria de Exposições da Praça - Almodôvar; Igreja do Castelo de Moura; Câmara de Barrancos; Oficinas de Formação e Animação Cultura – Aljustrel, Círculo das Letras - Lisboa | Casa do Alentejo (Lisboa) 2009
 
Exposições colectivas (Selecção)
Exposição Colectiva de Artistas de Leiria - Galeria Diedro, Leiria – 1972 | Salão de Março da Sociedade de Belas Artes, Lisboa – 1974 | Maias para o 25 de Abril – Galeria S. Mamede, Lisboa - 1974 | V Bienal, Vila nova de Cerveira - 1984 | Bienal da Faenza - Itália - 1985 | Exposição no Palácio Real de Milão - 1986 | 1ª Bienal Internacional, Óbidos - 1987 | “56 Artistas da Escola António Arroio” - Soc. Nac. Belas Artes, Lisboa - 1988 | Representação do Animal na Arte Contemporânea Portuguesa | Câmara Municipal de Vila Franca de Xira - 1991 | 1ª Bienal de Arte, S. Tomé e Príncipe – 1995 | Galeria Movimento de Arte Contemporânea, Lisboa – 1996 | Galeria Arte Convosco, Lisboa – 1996 | Galeria do Ministério da Justiça, Lisboa – 2002 | Galeria Fórum, Seixal – 2002 | Galeria Ginásio, Lisboa – 2004 | Atelier Teresa Cortez - 2007 bolsas de estudo Em 1988, obteve uma Bolsa de Estudo da Fundação Gulbenkian, para realizar um Trabalho de Investigação em Grupo, sobre Desenho Têxtil, orientado pelo Eng.º Melo e Castro. Este trabalho, ficou concluído em 1988, tendo sido efectuada a apresentação pública das suas conclusões em Julho/88, com uma exposição realizada no Centro de Arte Moderna da Fundação Gulbenkian – Lisboa.
.
Publicação
LIivro “Teresa Cortez, Cerâmica que conta histórias”, Ed.Campo da Comunicação, Lisboa, 2008
.
Galardões
1970 – Galardoada com a medalha de bronze do salão de arte moderna, da Junta de Turismo do Estoril | 1987 - Galardoada com o 1º prémio de azulejaria da camâra municipal de lisboa | 2000 – Menção Honrosa do Prémio “Jorge Colaço” de Azulejaria/2000, da C.M. Lisboa Tra balhos de Cerâmica integrados em Pro jectos de Arquitectura Ministério do Trabalho e Solidariedade Social (Rua Castilho, 24, Lisboa) - painel 6 x 3 m - 1974 | Hotel D.Sancho (Praia do Carvoeiro) – Algarve – 1 painel 4 x 2 m. – 1984 | Centro Comercial Quinta da Galiza – S. João do Estoril – painel 6 x 3 m. - 1985 | Edifício MCB (Av. da Liberdade, 144-146, Lisboa) - painel 6 x 4 m – 1985 (Distinguido com o 1º Prémio Municipal de Azulejaria de 1986, Câmara Municipal de Lisboa) | Hospital S. Francisco Xavier - Lisboa - 4 painéis 3 x 2 m – 1986 | Bar- Restaurante Atlantis (Paiva, Amora) – 1 painel 3 x 2 m - 1986 | Edifício Habitacional (Av. Columbano Bordalo Pinheiro, 85, Lisboa) - painel 4 x 3 m – 1987 | Sociedade de Vinhos Almeiriense (Almeirim) – 1 painel 3 x 2 m - 1987 | Interior do Mercado Municipal de Queluz - 1 painel de azulejos 10 x 3 m – 1988. Painel modelado para o exterior do mesmo Mercado, com 15 x 4 m - 1989. | Painel de Cerâmica no Mercado Chão do Loureiro (Lisboa), com 3,50 x 3,80 m - 1992 | Edifício Habitacional (Rua Pascoal de Melo, 3, Lisboa) - 2 painéis 6 x 3 m, cada - 1993 | Mercado do Lumiar (Lisboa) - 8 painéis externos de Cerâmica 3,50 x 3,50 m, cada - 1994 | Hospital da Trofa - painel 5 x 2,80 m - 1998 | Sede da Sagies (Rua dos Douradores, 11, Lisboa) - painel cerâmica 3,80 x 3,60 m - 2000 | Painel para a Escola Secundária Josefa de Óbidos – 7 x 3 m – 2002 | Hospital Privado da Boa Nova (Matosinhos) em construção – 2007 | Hospital Privado de Braga (em construção) - 2008 | Painéis em diversos edifícios habitacionais e colecções particulares
.
Referências Bibliográficas (Resumo)
Azulejos de Lisboa - Câmara Municipal de Lisboa - 1984 | Azulejaria Portuguesa - José Meco - Bertrand Editora – 1985 | Portuguese 20th Century Artists – A Biographical Dictionary MICHAEL TANNOCK – Ed Phillmore and Company Ltd – England | Manual de Design e Cálculo de Tecidos – Ministério da Industria e Energia - 1989 | Azulejos de Lisboa do Século XX - Teresa Saporiti, Edições Afrontamento - 1992 | Azulejo de Portugal - José Meco - Edições Afrontamento.| Cerâmica Mural Portuguesa Contemporânea - Azulejos, Placas e Relevos - Suraya Burlamaqui - Quatzal Editores – 1996 | Azulejos de Lisboa – Luís Filipe Carvalho Ribeiro – Litexa Editora – 2002 | 2 Vídeos sobre a sua obra, realizados por Álvaro Queiroz e existentes na Cinemateca Portuguesa – 1999 e 2002 | Apreciação estética do azulejo – Eduardo Nery - 2007

 

 

Em Destaque

Man Ray Noire et Blanche Paris 1926 185

EM ABRIL, NA CASA SOMMER

...

CONVERSAS 185

RAÚL LINO E A CASA DE SANTA MARIA, OU UM POSSÍVEL ARQUITETAR DE CASAS SIMPLES... ...

Agenda

<<  Abril 2017  >>
 Se  Te  Qu  Qu  Se  Sá  Do 
       1  2
  3  4  5  6  7  8  9
10111213141516
17181920212223
24252627282930